Terça-feira, 12 de dezembro de 2017
Ações

Sindicato ajuíza ação contra cobrança de imposto de renda sobre o abono


04/11/2016
Bancários na Frente, edição 21

Conforme noticiado no jornal anterior, na última sexta-feira, dia 28, dois diretores do Sindicato dos Bancários de Bauru e Região (Priscila Rodrigues e Paulo Tonon), juntamente do advogado da entidade João Victor Petenucci, estiveram na Justiça Federal, para ajuizar um mandado de segurança contra a cobrança do imposto de renda no abono salarial.



Embora a cláusula 59 da convenção coletiva seja clara ("Para os empregados ativos em 31.08.2016 será concedido um abono único desvinculado do salário, de caráter excepcional, no valor de R$ 3.500, a ser pago até o dia 24.10.2016"), todos os bancos, com exceção do Bradesco, somaram o abono ao salário, e o resultado foi que, na folha do mês de outubro, o leão (Receita Federal) tascou uma mordida de 27,5% na remuneração da imensa maioria dos bancários. 

Soma-se a isso, o fato de que o abono foi oferecido pelos bancos como forma de indenização compensatória, além do reajuste salarial oferecido,  por isso, ela não tem natureza salarial. 

Na ação, o Sindicato pede ainda, em pedido sucessivo, que os bancos depositem em juízo os valores por eles retidos, até que a Justiça tome a decisão final.

Sindicato dos Bancários de Bauru e Região/CSP-Conlutas é contrário à política de abono e na última assembleia da campanha salarial defendeu a continuidade da greve, ou seja: a continuidade da luta pela reposição da inflação. No mínimo!


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br