Terça-feira, 12 de dezembro de 2017
Santander

Bancário adoecido recorre à Justiça e recebe R$ 150 mil do Santander


12/06/2017
Bancários na Frente, edição 36

Em julho do ano passado, o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região acionou a Justiça pedindo que o Santander fosse condenado por uma série de irregularidades e abusos que levaram um gerente de relacionamento de uma agência de Bauru a se afastar do trabalho para tratamento médico. Quando teve de se afastar, o bancário apresentava sintomas de depressão, estresse e transtorno de ansiedade, e estava fazendo uso de medicamento controlado.

Sindicato ajuizou a reclamação trabalhista apontando, em resumo, que o bancário trabalhava em sobrejornada (bem mais que as seis horas diárias), que ele recebia salário bem mais baixo do que uma colega que desempenhava as mesmas atividades (a diferença ultrapassava os R$ 800), e, por fim, que o quadro clínico que o levou a se afastar do trabalho foi causado pela enorme pressão exercida pelo gerente geral da agência onde trabalhava (ou seja: assédio moral).

A primeira audiência perante o juiz aconteceu no mês de outubro, sem conciliação entre as partes. Já no dia 10 de maio deste ano, durante a segunda audiência, os prepostos do Santander apresentaram a proposta de pagar ao bancário uma indenização de R$ 150 mil para quitar os pedidos formulados na ação inicial.

Numa decisão pessoal, o bancário resolveu aceitar a oferta. Para o Sindicato, no entanto, o valor da reparação poderia ser mais justo, caso ele esperasse pela sentença do juiz.


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br