Quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
Últimas Notícias

Plenária do BB: funcionários precisam resistir ao desmonte do banco


27/11/2017
Bancários na Luta, edição 13

Após o fechamento de mais de 10 mil postos de trabalho e de mais de 400 agências, não há mais dúvidas de que o governo Temer está "desmontando" o Banco do Brasil  tanto é que os boatos de uma nova reestruturação e de um novo plano de desligamento voluntário voltaram a ganhar força neste fim de ano.

Com o intuito de mobilizar  os trabalhadores, o Sindicato dos Bancários de Bauru e Região promoveu na última quinta, dia 23, uma plenária para debater e apontar soluções para os principais problemas enfrentados pelo funcionalismo do BB. Compuseram a mesa Paulo Tonon, diretor do Sindicato e funcionário do BB, Sérgio Ribeiro e Andreza Trentin, advogados da entidade.





Descomissionamentos

Na próxima semana encerra-se o prazo para o BB se adequar à liminar que garante a manutenção salarial dos funcionários descomissionados na reestruturação. Quem não tiver sua remuneração restabelecida deve procurar o Sindicato, que notificará o descumprimento da liminar à Justiça do Trabalho.

13º salário

Nessa mesma ação judicial, está previsto que os funcionários não podem ter prejuízos por conta da reestruturação. No dia 20, ignorando a liminar, o BB realizou o estorno de parte do valor pago em abril como adiantamento do 13º salário para os descomissionados. Isso também tem de ser corrigido até o final da próxima semana.

Metas nas PSOs

Os caixas vinculados às Plataformas de Suporte Operacional (PSOs) não podem ter metas de vendas concomitantes com o atendimento ao público. O Sindicato vai discutir o assunto com o gestor da PSO e, se a prática continuar, a entidade vai notificar o Ministério Público do Trabalho sobre essa pressão e vai ajuizar uma ação coletiva no mesmo modelo da que já foi ajuizada contra a Caixa Econômica Federal, pleiteando que os caixas ganhem um adicional por "quebra de caixa", além da remuneração que já é paga em caráter de gratificação de função.

Aplicativos

A direção do BB tem realizado mutirões com os funcionários para que os clientes instalem o aplicativo do banco no celular. O Sindicato fará uma atividade pública na próxima semana alertando os clientes sobre o número de transações fraudadas e expôr a real intenção do banco com esses mutirões, que é diminuir o número de agências.


Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br