Terça-feira, 12 de dezembro de 2017
Últimas Notícias

Rombo no Economus obriga participantes do Grupo C a pagar contribuições extras


06/12/2017
Bancários na Luta, edição 14

Em breve, os bancários da Nossa Caixa participantes do Regulamento Geral (Grupo C) do Economus serão chamados a aumentar suas contribuições para o fundo de pensão, para cobrir um rombo bilionário que só foi reconhecido recentemente pelo instituto. Especula-se que será necessário R$ 1,5 bilhão para atender aos compromissos assumidos com os funcionários.



O custo para os bancários só será definido no ano que vem, mas estimativas da associação de aposentados da Nossa Caixa indicam que a contribuição adicional exigida dos funcionários poderá representar até 20% dos seus benefícios, já a direção do Economus calcula que metade desse percentual pode ser suficiente.

Não há indício de que o dinheiro do Economus tenha sido mal aplicado, como ocorreu com outros fundos de pensão: o problema foi no cálculo das projeções. Estatísticas usadas para prever a longevidade dos participantes do fundo e a duração dos seus benefícios estavam desatualizadas e foram revistas neste ano. Só com isso, o Economus se viu obrigado a reconhecer que faltam R$ 520 milhões para honrar seus compromissos. Além disso, faltam R$ 290 milhões para cobrir despesas previstas com pensões por morte, ações trabalhistas e déficits de anos anteriores.

O Sindicato dos Bancários de Bauru e Região defende que o pessoal da Nossa Caixa tenha acesso à Previ. Não é justo ficarem presos a um plano de previdência no qual praticamente não entram novos associados. Essa é a real causa do deficit do Economus. Já há uma ação civil pública com esse pedido vitoriosa em primeira instância.



Sindicato dos Bancários e Financiários de Bauru e Região
Rua Marcondes Salgado, 4-44, Centro - CEP 17010-040 - Bauru/SP
Fone (14) 3102-7270 Fax (14) 3102-7272 - contato@seebbauru.com.br